0

Caterpillar é eleita melhor empresa para trabalhar.

on 21:36
Sábado, 3 de outubro de 2009
A revista Exame publicou uma matéria no dia 23/09/2009, que revelou as melhores empresas para trabalhar, dentre as quais foram destacadas cento e cinqüenta organizações avaliadas pelas revistas Exame e Você S/A, em conjunto com uma equipe de pesquisadores da fundação FIA. A empresa escolhida foi a Caterpillar, fabricante de máquinas industriais e agrícolas, localizada em Piracicaba.

A Caterpillar é uma empresa que investe no desenvolvimento, no bem- estar dos colaboradores, preocupada com saúde, educação, meio ambiente, segurança e ação social, preza muito um bom ambiente de trabalho. Desenvolve ações de melhoria, implementando idéias que foram sugeridas pelos funcionários.

A organização, mesmo num momento de crise, utilizou diversos métodos para motivar seus funcionários. Adotou o programa LAY OFF, que consistiu em retirar os trabalhadores da atividade industrial, para que pudessem se dedicar a 60 horas de treinamento por mês na própria empresa. Para atendimento médico dos familiares construiu a Vila saúde, voltada para prevenção e promoção Social. Todos esses programas foram desenvolvidos e implementados para preservar o bom ambiente de trabalho. E é por estes e outros motivos que a empresa é considerada a melhor empresa para trabalhar em 2009.


fonte: Guia Você S/A / Exame edição Especial 2009, "As 150 melhores empresas para você trabalhar", pg 64 a 67.

Por Simone da Conceição Duarte.

1

Grupo Libra: ações sustentáveis e canais eficazes de Comunicação.

on 21:33

Sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Para dar continuidade aos assuntos abordados na última sexta – feira e à pauta sustentabilidade que foi levantada pela Marcelly no post anterior, nada melhor do que falar sobre a recente criação do “ Prêmio Sustentabilidade” , pela Libra Terminais, com o objetivo de disseminar uma cultura interna de desenvolvimento sustentável. Este prêmio visa aumentar a participação dos colaboradores para a implantação de novas soluções e idéias que auxiliem no progresso econômico, social e ambiental da empresa, bem como o bem – estar dos funcionários. Após a divulgação do projeto, o grupo Libra recebeu mais de 175 idéias, a maioria com enfoque no desenvolvimento e investimento cultural. O projeto “ Pedal Libra “, vencedor do concurso, visa estimular os colaboradores a usarem a bicicleta como meio de transporte, inclusive dentro dos terminais. Outro projeto premiado foi o “Libra Educa” que tem como meta alfabetizar todos os empregados, criar novas possibilidades de desenvolvimento profissional e aumentar a auto – estima dos profissionais. É fato que este importante envolvimento dos colaboradores é fruto de uma boa estrutura organizacional e de um canal de comunicação eficaz entre os diversos setores do grupo. A imagem da empresa também é beneficiada perante a comunidade, mostrando que não há uma procupação egoísta apenas com os lucros que ela terá mas sim com a qualidade de vida de toda a comunidade na qual está inserida. O Grupo Libra conquista , gradativamente, sua posição no Brasil, no mundo e na cidade de Santos, através de uma série de ações bem sucedidas. Assistam a este vídeo que é veiculado em horário nobre na televisão local. Ações condizentes com a verdade da instituição são ferramentas certeiras para o sucesso de qualquer organização.
video

Por Leila Freitas

Mais em : http://www.t37.com.br/

http://www.revistaportuaria.com.br/

Vídeo : www.flaviomedeiros.com.br/videos.htm


0

Sustentabilidade

on 14:25
Quinta-feira, 1° de outubro de 2009
A sustentabilidade está presente, atualmente, na maioria das empresas que se preocupam com a sua imagem perante a sociedade. Desta forma, ela busca estabelecer relacionamentos longos e confiáveis com as diversas partes interessadas, sejam elas: seus clientes, acionistas, colaboradores, fornecedores, a comunidade, o governo e o meio ambiente. Muito embora, não se deve pensar em sustentabilidade como algo restrito ao meio ambiente, assim como a responsabilidade social que não se limita apenas as ações ou aos investimentos em projetos sociais. Os dois conceitos estão intrinsecamente ligados.

A professora Claúdia Rebechi que ministra a disciplina de Comunicação Organizacional, nos disponibilizou um material com textos sobre políticas de comunicação corporativa apresentados por 5 empresas, uma delas, a BASF, The Chemical Company (catalogação na publicação elaborada pelo SBD/ECA/USP. CDD 21.ed.-658.45) que é líder mundial no segmento químico com mais de 140 anos de atuação global. Ela trabalha de forma diversificada e tem um portfólio de produtos com mais de 8 mil itens, que vão desde químicos, plásticos, produtos de performance, produtos para agricultura a indústria química fina.

Um diferencial da empresa é a proteção ambiental, responsabilidade social e o sucesso econômico que integram os princípios do desenvolvimento sustentável à sua estratégia de sucesso, além de projetos e programas que visam o bem estar e a melhoria da qualidade de vida das pessoas relacionadas a organização, citados abaixo:

A BASF inaugurou o Projeto Crescer iniciado em 1982, que é uma de suas primeiras iniciativas sociais, que tem ampliado as oportunidades de inserção no mercado de trabalho de jovens entre 16 e 18 anos.


Outro é o Projeto Espaço ECO que teve ínício em junho de 2005, um desenvolvimento que abriga um centro de ecoeficiência para a América Latina, projetos de educação socioambiental, reflorestamento e desenvolvimento comunitário.

Já o Programa Semente do Amanhã é desenvolvido por meio dos educadores na abordagem de temas ambientais de forma interdisciplinar e focados em projetos.

O Programa ReAção, educando para a vida é uma iniciativa que contribui para a melhoria do ensino de ciências.

O desenvolvimento sustentável também abrange a aprovação do mercado financeiro. As ações da BASF foram incluidas, pelo terceiro ano consecutivo, no Índice Mundial Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI World), considerado o mais importante índice de sustentabilidade, que reconhece a excelência e o desempenho da líder mundial no setor da indústria química.

Hoje, a sustentabilidade é critério básico de mensuração das empresas, que são convocadas a atuar não apenas para gerar lucro, criar empregos e pagar impostos, mas também para gerar riqueza para a sociedade.

Fonte: http://www.basf.com.br/default.asp?id=1153
http://www.energiaeficiente.com.br/tag/meio-ambiente/page/3/

Por Marcelly Gomes da Rocha

1

Estudo de caso da Kodak

on 18:17
Quarta-feira, 30 de setembro de 2009


Na aula desta terça-feira de Administração, nós da agência Target tivemos que elaborar um projeto de reengrenharia para o desenvolvimento de produtos criados pela Kodak, em resposta a um desafio competitivo proposto por sua concorrente, a .
Neste processo criado por nós, que tem o nome de fluxograma (o desenho e o redesenho), aplicamos além de nossos conhecimentos em administração organizacional, os processos de comunicação empresarial, no nosso caso, o da Kodak, utilizamos este processo de maneira estratégica e também identificamos o valor agregado, o foco no cliente, interno e externo, e os possíveis "gargalos", ou seja, todas as vezes que a demanda da etapa posterior é menor que a anterior (capacidade ociosa).

Abaixo mostrarei então, nossos desenho e redesenho:

Desenho:

Redesenho:

Fonte das imagens: wwwbr.kodak.com/BR/pt/index.shtml
*Texto baseado em: HAMMER, M. e CHAMPY J. Reengenharia. Editora Campus, 3ª edição, 1994.
Por Debora G. Molina

0

O indivíduo como base sustentável de uma organização

on 23:52
Terça-feira, 29 de setembro de 2009
Como abordamos anteriormente, as mudanças globais que foram ocorrendo, mais notadamente a partir do séc. XIX, provocaram transformações tanto nas estruturas organizacionais, como também no modo de agir e pensar de cada indivíduo. Em um mundo mais interativo e interligado, propiciado pelo avanço da Internet, a população passa a ficar mais crítica, questionadora e exigente.

Toda a organização depende direta e subjetivamente de seus públicos, já que não é somente a sua força de trabalho que importa para esta instituição, mas também a forma como cada indivíduo pensa e reage. Como divulgadores de idéias, informações e formadores de opinião, são integrantes da base que constitui a cultura da organização. Ela passa a entender que cada indivíduo compõe um papel determinante em sua constituição, sendo referência direta para a prosperidade de seus ideais e valores.

Estudando os interesses do público interno, à medida que os atende, faz de sua empresa um bom local de trabalho e desenvolvimento de idéias. Aplicando este mesmo conhecimento ao público externo ou misto, consegue melhor adequar a sua empresa às exigências do mercado, melhorando sua imagem para este.

Ao compreender as mudanças pelas quais o mercado econômico passou, assim como as alterações refletidas em cada ser, a organização consegue melhor adaptar estes estudos e análises a seus princípios e valores. Ou como via de mão dupla, adequar seus princípios e exigências ao novo paradigma mundial, conseguindo unir e entrelaçar os mais diferentes interesses, a fim de um objetivo final único: o desenvolvimento e crescimento de sua empresa, através de uma melhor aceitação e credibilidade pelo público.

Fonte : http://www.produzindo.net/a-comunicacao-empresarial-nas-midias-sociais/

Por Tamires Fontana


2

Blogs coorporativos Tendência ou Modismo?

on 21:03
Segunda-feira, 28 de setembro de 2009
O livro Blogs corporativos Tendência ou Modismo? Mostra a força que os blogs corporativos têm, ajuda a entender melhor esse poder, o poder viral.

Carolina Frazon Terra, a autora do livro, mostra uma pesquisa feita com oito executivos que mantém blogs corporativos, acreditando que esse é melhor meio de entrar em contato com os internautas, fazendo com que eles fiquem interados dos negócios e dêem sugestões assim criando um canal interativo, possibilitando ao internauta uma troca de idéias com a organização.

O livro nos chama a atenção da capacidade da participação de consumidores na sociedade e na opinião pública, que esta cada vez mais presente. Apresenta o poder que essa mídia digital tem de influenciar através deste, assim destruindo ou crescendo a imagem de uma organização.

A autora acredita que essa é uma mídia de Comunicação bidirecional, assim como o twitter, orkut entre outras que estão nesse meio, são canais interativos com o “mundo digital” possibilitando essa comunicação bidirecional que ela cita, porém correndo os riscos que esta manipulação traz.

Sem dar sua opinião, se é tendência ou modismo, Carolina direciona seu livro mostrando que é só mais uma ferramenta de comunicação digital, que esta aí para ser utilizada da melhor, ou da pior maneira, basta direciona-la a nosso favor.

Chamando a atenção das empresas para esse “mundo digital”, e como utilizar isso em beneficio delas, Carolina nos questiona Blogs corporativos é Tendência ou Modismo?

Fonte: TERRA, Franzon Carolina. Blogs corporativos tendência ou modismo?. Difusão editora. São Paulo, 2008.
Por Juliana Chaves

0

Os 50 anos do Grupo Abril

on 22:06
Domingo, 27 de setembro de 2009


Realizei um trabalho acadêmico em cumprimento às exigências do 1º semestre do curso de Relações Públicas em maio de 2007, sob orientação da professora Cláudia Nociolini Rebechi.
Entrevistamos a profissional de Relações Públicas, Cleide Rovai Castellan, da Editora Abril responsável pelo desenvolvimento de um Case de comemoração aos 50 anos da organização.
Cleide formou-se em R.P. na Faculdade de Comunicação de Santos em 1977 e ingressou como auxiliar de Relações Públicas do Departamento de Relações Corporativas em 1979 na Editora Abril. Após ser promovida de auxiliar para diretora do departamento, alcançou o cargo de auxiliar da presidência, onde permanece até hoje. Atualmente Castellan acompanha o presidente, Roberto Civita, em todos seus projetos, atuando como assessora executiva e coordenadora da Presidência.
Entre os inúmeros projetos realizados por Cleide, destaca-se o projeto dos 50 anos da Editora Abril, realizado no ano 2000.

CASE ABRIL 50 ANOS

Objetivo: Apresentar a seu públicos, agências, público-colaboradores, multiplicadores de opinião, fornecedores, imprensa e leitores, a trajetória do Grupo Abril (constituído pela Editora Abril, a televisão por assinatura TVA, a rede televisiva MTV e as editoras Àtica e Scipione) e a imensa contribuição que deu ao país.
Estratégia: Foi utilizada uma campanha institucional abordada na mídia durante todo o ano, promovendo lançamento de livros e revistas.
Execução: Para os públicos externos foi lançado um livro de luxo “A História da Revista no Brasil” e um carimbo comemorativo pelos Correios. Para os públicos internos, foi editada uma revista especial “Um dia na vida da Abril”.
Avaliação: O Grupo Abril não realizou uma avaliação formal de resultados, apenas os obtiveram através de retornos positivos de leitores do livro, que foi enviado a escolas e universidades, e retornos dos funcionários que leram a revista comemorativa.
Resultados: Foram divulgadas em diversos tipos de mídia, reportagens positivas sobre a comemoração de 50 anos da Editora.


Para obter maiores informações sobre o Grupo Abril e o Case Comemorativo dos 50 anos da Editora, acesse: http://www.abril.com.br/br/conhecendo/conteudo_43904.shtml e http://www.abril.com.br/.


Por Lívia Schoupal Gil Berrocal


Copyright © 2009 Target Comunicação All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.